Imagem de Susan Wilkinson. Arte vertical, em fundo cinza. Na parte superior, rajadas de tintas de cores diversas se misturam e se espalham, produzindo formas irregulares, que lembram folhas, com talos longos, finos, voltados para a parte inferior.

Galeria

Retratos Defiças é exposição da galeria virtual do Projeto Retratos do Brasil com Deficiência, realizada pela ONG artivista Ateliê Ambrosina de Maceió-Alagoas, e capitaneado pela Universidade Western/Canadá. Busca o frescor sobre as escolhas tradicionais do retratar, nos permitindo reconhecer as pessoas com deficiência de maneiras novas e a partir do pensamento visual artístico. Explora o ato de encarar  (comum ao processo do retrato e do público expectador das artes visuais) como uma oportunidade de mediação inventiva, entre pessoas com e sem deficiência. Por meio da fotografia, pintura, desenho, arte digital, dentre outras técnicas e suportes que foram de livre escolha dos 11 duos participantes, a exposição conta 22 histórias autênticas, livres de narrativas limitadas e prejudiciais às pessoas com deficiência, mostrando como um acervo visual pode atuar a serviço de uma política progressista de inclusão. Esta exposição faz parte dos esforços ativistas acadêmicos, feministas e políticos contra o capacitismo e a favor da amplitude dos estudos antropológicos no campo da arte-deficiência no Brasil.

Régua de logomarcas. A primeira é do projeto Retratos Defiças, a segunda é da Universidade Western do Canadá e a terceira, da ONG Ateliê Ambrosina.