Logotipo do projeto Retratos do Brasil com Deficiência composto por traços brancos sobre fundo verde escuro: à esquerda, desenho de uma medusa. Rosto de traços finos de perfil de pele na cor branca, sobrancelha esquerda, olho esquerdo e lateral esquerda da boca na cor verde. Sobre a cabeça, cerca de oito traçados sinuosos em verde formados por contorno na cor branca com formato de cobras. Dois deles apontando para cima na diagonal no centro da cabeça. Um traçado passando pela testa com a ponta rente ao nariz. Um traçado com a ponta em direção ao olho esquerdo. Dois traçados apontando para baixo na lateral esquerda. Ao lado, à direita da tela, em letras brancas e maiúsculas em fonte cujas partes vazadas das letras R, A, O, D e B são totalmente preenchidas pela cor branca e cujas letras são posicionadas algumas inclinadas para a direita e outras inclinadas para  a esquerda, o nome RETRATOS DO BRASIL COM DEFICIÊNCIA.
NOSSA HISTÓRIA

O Departamento de Antropologia da Universidade Western/Canadá, através da investigadora Pamela Block, lança o primeiro projeto dedicado à cocriação de retratos e episódios de podcast que visa o fomento de micro-histórias visuais e orais críticas, reflexivas e colaborativas da deficiência no Brasil. Esta chamada selecionou 22 propostas que foram desenvolvidas ao longo dos meses de outubro e novembro de 2021 para integrar a galeria virtual e o canal de podcast Retratos do Brasil com Deficiência - RETRATOS DEFIÇAS. A realização e coordenação local é da ONG artivista Ateliê Ambrosina de Maceió/AL, através da consultoria técnica de Bruna Teixeira, da produção local de Olga Aureliano e Malta Lee; e da equipe de audiodescrição formada por Felipe Monteiro e Deise Medina - que também é a tradutora dos nossos conteúdos para o inglês. A pesquisadora Nádia Meinerz/UFAL é captadora dos recursos e co-investigadora do projeto; e na etapa inicial de inscrições, a antropóloga Valéria Aydos e a presidenta da ONG Abraça, Rita Louzeiro (que também realizou as primeiras ADs de criação do site), reforçaram a equipe do Retratos Defiças.

 

Somos profundamente influenciadas pelo ativismo visual aliado aos estudos acadêmicos da deficiência no Brasil, e por trabalhos como os de Rosemarie Garland-Thomson, e os do Disability Visibility Project dos Estados Unidos, onde a jornalista Alice Wong passou anos coletando narrativas de ativistas e artistas com deficiência. Os projetos de Patty Douglas - Restorying Autism, e de Estee Klar/Adam Wolfond - Dis Assembly, da mesma forma são referências para nós. O termo DEFIÇA é escolha política pela crescente revisão das palavras que se referem à deficiência no Brasil.

Retratos do Brasil com Deficiência é uma aliança. Tudo começou com a orientação de Nádia Meinerz, ao projeto de pesquisa "Deficiena: a Fotocolagem como Prática Etnográfica da Deficiência" (2019-2021) de autoria de Bruna Teixeira, que além de mestra em Antropologia Social, é fundadora do Ateliê Ambrosina. Bruna realizou uma pesquisa engajada com "interlocutoras" defiças - as quais chama de parceiras ou cocriadoras - em Alagoas, trazendo a perspectiva do pensar a deficiência, a partir do retrato etnográfico deslocado para a fronteira da arte ativista e feminista.  A nossa logomarca é inspirada em uma das fotocolagens cocriadas ao longo desse processo, e diz respeito às questões levantadas por Rosemarie Garland-Thomson acerca dos "encaramentos" públicos sofridos pelos corpos defiças: e se mantivermos o olhar, o que pode acontecer? A Medusa representa  aquela que tem o poder de maestrar o olhar, em defesa de si mesma. De manipular e congelar o encarador. As cobras são complexas, envolvem, capturam, ameaçam e protegem. Assim como as "Bruxas", a Medusa também é uma forma mítica feminina pintada como maldita, e por isso, decidimos reivindicar um novo olhar sobre a sua imagem. A nossa logomarca foi pensada como uma poderosa forma de nos re-apresentarmos.

To play, press and hold the enter key. To stop, release the enter key.

press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
press to zoom
Link para viodeclipe com audiodescrição em português.

Assista aqui, ao nosso videoclipe, com audiodescrição em português

Link para close caption

Assista aqui, ao nosso videoclipe, com legendas descritivas em português ou inglês

Link para videoclipe em inglês

Assista aqui, ao nosso videoclipe, com tradução para o inglês

QUEM SOMOS

Captadora de Recursos e

Investigadora Principal

Pamela Block

 

Captação de Recursos e

Co-Investigadora

Nádia Meinerz

 

Instituição Realizadora

(coordenação Brasil)

ONG Ateliê Ambrosina

 

Equipe Principal

ONG Ateliê Ambrosina

Bruna Teixeira

consultora técnica e artista gráfica

Olga Aureliano

produtora local e transcritora

Malta Lee

produtora local

 

Equipe de Apoio

ONG Ateliê Ambrosina

Salete Bernardo

assessoria de imprensa

Deise Medina

audiodescritora e tradutora

Felipe Monteiro

consultor em audiodescrição

Rodrigo Policarpo

técnico de som

Beatriz Simões

transcritora de apoio

 

Apoio na Etapa de Inscrição

e Mobilização do Projeto

ONG Abraça

Valéria Aydos

 

Audiodescrição da Etapa

Inicial do Projeto

Rita Louzeiro

Regua de logomarcas das instituições realizadoras do Projeto. A primeira é a do Retratos Defiças. A 2ª da Universidade Western do Canadá, como patrocínio. A 3ª como instituição executora, a do Ateliê Ambrosina. E por fim, como apoio a logomarca da Abraça.

Apoio

Realização

Patrocínio

Instituição Executora